REVIVAL: 90’s 

Podemos afirmar que a moda anos 90 foi uma das mais “cool” na história da moda. Tanto que até nos dias atuais, a época serve como inspirações para alguns estilistas que resgatam algumas peças/referências que fizeram sucesso naquela época. 

A década de 90 foi marcada pela forma mais descolada e desleixada de se vestir. Ainda assim, as cores dos 80s ainda faziam parte da rotina dos jovens. 

Acho que podemos dizer que o grunge influenciou muita a moda naquela época, o excêntrico e rebelde líder da banda Nirvana, Kurt Cobain, um dos maiores ícones fashion da década. O Nirvana apresentou o grunge pro mundo, não só pelas músicas, mas pelo estilo do vocalista.

Calça baggy, bandanas, meias coloridas, camisetas de basquete e baseball, logomania, estampa xadrez, oversized, tênis branco e muito streetwear. Entre outras coisas que eram símbolos da moda naquela década.

Mas não se pode negar que um dos seus maiores destaques, para não falar o maior, eram as peças jeans. Era muito jeans, calça jeans, macacão, camisas e peças destroyed inclusive se usava muito “jeans com jeans”, ou seja, o all jeans conhecido hoje em dia.

E aí, o que vocês acham da moda 90s? ❤😍

Anúncios

Construindo seu próprio estilo

Muitos de nós estamos preparados para mudar o nosso modo de se vestir para algo melhor, e que tenha mais a ver com a nossa personalidade, a questão é que, às vezes não temos ideia do que vestir, aí bate aquela indecisão ou medo de arriscar e, nem sabemos por onde começar.

Afinal, a roupa transmite informações valiosas a respeito de nós, e devemos usá-la a nosso favor. Assim sendo, quando adotamos ou criamos um estilo próprio ao se vestir, criamos uma espécie de marca pessoal. Sim, querendo ou não, o modo que nos vestimos fala o que somos e o quanto cuidamos e gostamos de nós. Por isso mesmo, estilo pessoal é mais do que uma maneira de se vestir: é um modo de ser, de estar e de viver.

Por isso, devemos fazer opções de forma consciente, estratégica e planejada para fazer bem na hora de montar o look. Por isso, é fundamental escolher um estilo que mais nos identificamos, a função da imagem e mensagem que queremos transmitir.

Então separei algumas dicas para ajudar vocês na hora de se vestir.

  • Conheça seu corpo.

Esse é a parte que muita gente se confunde – ser magro ou ser malhado – como se ter estilo fizesse parte apenas de um tipo de corpo, o que é errado. Mas devemos entender que nem tudo que está na moda serve para todos.

Existem diversos tipos de roupa, portanto, devemos buscar sempre aquilo que entrará em harmonia com o nosso tipo físico. Por isso, é fundamental você conhecer bem seu corpo e saber aquilo que te aguarda nele. 

  • Seja você, sempre.

Não tem como você ter um estilo pessoal se baseando nos outros. Claro, inspirações sempre vamos ter, aliás, moda nada mais é que uma expressão e por isso, devemos usá-la de um jeito único é que transmita nossa personalidade. 

Confiança é algo fundamental para ter seu próprio estilo. Não adianta você usar aquela peça tendência – que está bombando no street style – sendo que você não se sente confiante em usá-la. Por isso, seja você, use algo que o deixe confortável e que se sinta bem ao sair de casa.

  • Tipos de estilo.

A moda masculina é composta por vários estilos. É fundamental você escolher um estilo que mais se identifique.

Casual: Um estilo clássico e mais popular entre os homens. Composto por peças atemporais e que sempre tem no armário masculino. Seja ela uma camiseta básica, calça jeans, pólo, jaqueta jeans, camisa, calça de sarja, tênis esportivo, sapatenis.

Rocker: Um estilo que ficou bastante conhecido pelas influências das bandas punk/rock desde a década de 1950. Composto por peças pretas, jaqueta de couro, camiseta de bandas, jeans destroyed e claro, muitos acessórios. 

Elegante: É aquele estilo mais discreto, sem muitas estampas ou roupas chamativas, mas sempre muito chique. Composto por um bom terno, gravata, sobretudo, alfaiataria, tricô sapato social e muitas peças monocromáticas.

Criativo: São aqueles homens que gosta de se aventurar e é confiante, gosta de misturar cores, estampas e usa todos os tipos de tecido. Geralmente tem vários estilos misturados, tipo: calça de alfaiataria com camiseta estampada e sapato casual ou tênis.

Afinal, tem vários estilos no universo masculino é só você usar aquilo que mais te agrada e que, te deixe confiante. Claro, usando o bom senso, sempre! 

  • Invista nos acessórios.

Os acessórios é fundamental para dar aquele UP no look e deixá-lo mais bonito e moderno. Mas, os acessórios precisam estar em harmonia com o resto do look e também precisam ser compostas de maneira correta, caso contrário você corre o risco de ficar com um visual over.

    • Recursos financeiros.

    É possível se vestir bem sem gastar tanto? Essa é uma pergunta que muita gente faz. 

    Com certeza, você não precisa ser rico para ter um estilo legal. Claro, se você quiser alcançar um patamar mais alto – All of Saint Laurent ❤ – com peças de qualidade melhor, vida útil maior e uma certa “exclusividade”, prepare-se para investir. 

    Hoje em dia o mercado da moda é gigantesco, principalmente com as lojas de departamento espalhadas pelo mundo, então você terá muitas opções para se vestir bem pagando pouco.

    Basicamente a chave de tudo é: pesquisar, combinar, criar e ousar.

    Analise, considere e veja quais são as peças que ficam bem em você e que, te deixe confiante.

    E aí, gostaram das dicas?

    Cuidados com a barba no verão

    verão certamente não é minha estação preferida do ano (calor, sol, calor e mais calor…) E certamente nesta época do ano nos exige cuidados extra com tudo, inclusive a barba. E ao contrário do que muitos pensam por aí, a estação mais quente do ano não é necessariamente sinônimo de rosto liso.

    É possível curtir as altas temperaturas da estação sem abrir mão da sua barba, veja algumas dicas que separei para vocês.

    • Higiene:

    Normalmente, barbas já tendem a juntar muita sujeira e oleosidade, assim como o cabelo, mas, no verão, por causa do calor e o consequente suor, as chances de que ela fique suja rapidamente são maiores, exigindo que você aumente a frequência de lavagens.

    Um dos piores equívocos dos barbados é achar que deixar o shampoo escorrer é o suficiente para fazer a limpeza da região.  O ideal é lavá-la diariamente, ao menos duas vezes, com shampoos específicos para barba ou com sabonete neutro (cuidado alguns sabonetes são mais detergentes e agressivos aos fios, podendo ressecar os fios.)

    • Hidratação:

    Muito sol também pode trazer problemas para a saúde da barba. Poucos sabem, mas quando expostos aos raios solares por muito tempo, os pelos tendem a ficar ressecados.

    Existem diversos produtos específicos que ajudam a hidratar a barba, como: óleos, condicionadores ou balms que ajudam a evitar esse efeito de forma fácil e deixando em ordem, macia e sem a aparência desgrenhada.

    • Volume:

    Se o calor apertar muito, uma alternativa eficiente é dar uma boa aparada. Não precisa ser muito, um ou dois centímetros podem fazer toda a diferença, sem abandonar seu estilo.

    Outro hábito que você pode adotar é pentear a barba sempre que necessário e regularmente escová-la. Isso ajudará a alongar os fios, abrindo espaço entre eles e permitindo que o ar circule.

    • Protetor solar:

    Você sabia que a barba é uma ótima opção para proteger o rosto contra os raios solares? Ela é muito eficiente em proteger a pele, porém o uso do protetor solar nunca deve ser deixado de lado.

    Se a sua barba é volumosa e ocupa uma boa parte do rosto, ela mesmo acaba protegendo dos raios solares. O grande volume dos fios cria uma sombra na face e protege toda a região coberta por eles. Contudo, é preciso aplicar o protetor solar nas áreas que não estão totalmente cobertas pela barba.

    Se a sua é baixinha, é preciso aplicar o protetor solar em toda a sua extensão para protegê-la. Opte por protetores de toque seco que não deixam resíduos e evitam que os fios fiquem brancos por causa do produto.

    • Cor:

    Para os que gostam de cuidar da tonalidade dos fios, que devido a exposição ao sol podem acabar resultando em uma aparência visivelmente envelhecida, existem produtos que além de colorir os fios, hidratam e fáceis de aplicá-los, deixando sua barba com um aspecto natural e discreto.

    • Beba bastante água:

    Sim! Beber bastante água é fundamental no verão, e também é essencial para manter a sua pele, seu cabelo e a sua barba bem hidratadas e com uma aparência saudável.

    Lembre-se que as altas temperaturas da estação mais quente do ano exigem cuidados redobrados.

    Agora ficou fácil curtir o verão e continuar com a barba em dia, hein?

    Viagem: 10 lugares para conhecer em Curitiba 

    ​Das cidades que eu conheço, Curitiba é uma das que eu mais gosto, talvez por que morei 1 ano e 6 meses na cidade, ou talvez, por ser um cidade organizada, limpa e verde❤. Claro, assim como toda cidade grande, Curitiba é cheia de opções: bares, restaurantes, baladas, parques… Então resolvi separar algumas dicas dos lugares que eu mais gosto, e que eu acho que vocês deveriam conhecer e, aproveitar o máximo da capital Paranaense.

    • Ópera de Arame

    Entre lagos, cascatas e um cenário coberto de vegetação está a Ópera de Arame, dentro do Parque das Pedreiras e do Espaço Cultural Paulo Leminski. Sua arquitetura é uma das mais emblemáticas da cidade.

    • Parque Tanguá

    O parque Tanguá é o mais bonito de Curitiba – na minha opinião – ele preserva o curso do rio Barigui, abrange 450 mil metros quadrados e fica aberto durante 24 horas. Entre seus atrativos está um túnel de 45 metros de extensão entre duas pedreiras, um mirante, pista de cooper, ciclovia e o Jardim Poty Lazzarotto.

    • Bosque do Alemão

    O bosque representa a cultura germânica dentro da capital paranaense com a construção do  Oratório de Bach – réplica de uma igreja presbiteriana de estilo neogótico que existiu no bairro do Seminário, onde há uma sala de concertos e uma lanchonete com produtos típicos. Uma passarela leva os visitantes até o mirante na Torre dos Filósofos, a 15 metros de altura, e ainda liga a uma trilha que conta a história de “João e Maria” dos irmãos Grimm.

    • Monumento Ucraniano

    Dentro do Parque Tingui, uma das principais atrações turísticas da cidade, está o Monumento Ucraniano. Este é um ponto diferente dentro de Curitiba e que representa uma outra cultura através da réplica da igreja ucraniana de São Miguel, na Serra do Tigre (município de Mallet), uma das mais antigas do país.

    • Rua 24 horas

    Arcos e um grande relógio marcam a Rua 24 horas, que reúne 17 pontos comerciais que incluem choperia, casa de suco, café, revistaria, loja de cosméticos e etc. Além disso, sedia eventos culturais e também conta com um espaço de informações turísticas.

    • Largo da Ordem

    Centro histórico da cidade, muito conhecido pelos bares e restaurantes e que, abrange parte das edificações mais antigas de Curitiba. Inclui, por exemplo: a casa Romário Martins (século 18), a Igreja da ordem terceira de São Francisco (1737), a casa vermelha e construções da segunda metade do século 19.

    • UNILIVRE 

    A Universidade Livre do Meio Ambiente – UNILIVRE – é uma organização não-governamental pioneira na inclusão dos vários segmentos da sociedade na discussão sobre o meio ambiente e sustentabilidade urbana, a UNILIVRE desenvolve e executa projetos sócio-ambientais e programas de capacitação para diversos segmentos: escolas, empresas, órgãos públicos, sindicatos e demais entidades.

    • Parque Barigui

    O parque Barigui está entre os maiores da cidade, sendo, também, um dos mais antigos. Sábados, domingos e feriados o parque é um dos principais pontos de encontro da cidade e, durante a semana, é muito comum as caminhadas em volta do lago. São muitas as opções de entretenimento e lazer no Barigui.

    • Jardim Botânico 

    Seus jardins geométricos e a estufa de três abóbadas tornaram-se um dos principais cartões postais de Curitiba – e o mais conhecido – A estufa abriga plantas características da floresta atlântica do Brasil. Sua arquitetura, em estrutura metálica e estilo art-noveau, foi inspirada em um palácio de cristal que existiu em Londres (século 19).

    • Bairro Santa Felicidade

    Um tradicional bairro de Curitiba que ficou famoso por abrigar principalmente italianos. Suas ruas e casas carregam a herança arquitetônica desses imigrantes. São diversos restaurantes típicos, com comida italiana para todos os gostos e bolsos.

    Uma dica legal é visitar o bairro quando estiver acontecendo alguma festa típica italiana.

    P.S: I LOVE CURITIBA ❤✌

    E aí, preparados para conhecer Curitiba? 😎


    Tendências para o verão

    Acabou as semanas de moda masculina (verão 2018), que começaram em junho e terminou esta semana aqui pelo Brasil com a SPFW 44. Sabemos que a moda masculina não é a mesma das passarelas, mas muitas das coisas que usamos no cotidiano acaba vindo de lá.

    E vimos tanto nos desfiles como no street style tudo que vai estar em alto neste verão, alguns tendências já estamos acostumados a ver por aí e que continuam com tudo pro verão de 2018. As influências dos anos 90 com cortes mais oversized e estampas típicas da época continuam ganhando cada vez mais destaque e força nesta temporada.

    • Track clothing: 

      Que nada mais é do que conjuntos esportivos (sabe aqueles conjuntos mara da Adidas, Nike e Puma, então…) São camisetas, calças e jaquetas próprias para a prática de esportes. Essa trend traz conforto e praticidade à qualquer produção e o bacana é apostar no conjunto esportivo e por cima sobrepor com uma jaqueta jeans que fica super cool.

      • Estampa com escrita: 

        A trend das camisetas, camisas e moletom com escrita impera no street style do exterior e começa a aparecer por aqui. São peças com frases, palavras e logo da marca estampadas.

        • Estampas tropicais: 

          Essa trend é cara da estação e que também tem seu lugar garantido neste verão. Mas como esse tipo de estampa costuma chamar muita atenção, ela precisa ser a peça principal do seu look e as outras peças precisam ser neutras, ou seja, em tons como preto, branco, marrom e bege ou em cores complementares às da estampa.

          • Calças semi baggy: 

            E para quem gosta de conforto, essa trend que foi febre nos anos 90 e que desta vez voltou com tudo para moda masculina. Ela vem com uma modelagem mais ampla e solta para fazer um looks mais confortáveis e descontraídos. Vale também dobrar um pouco a barra, deixando o tornozelo à mostra para deixar sua produção mais moderna e cool.

            • Tons pastéis:

              Outra trend que é a cara do verão, e que desta vez não poderia ser diferente, né. A suavidade dos tons pastéis proporciona um visual casual-chique, mas é possível ousar um pouco mais, basta misturar um pouco mais as cores. Os tons aparece em tudo: camisetas, camisas, calças, jaquetas e nos calçados, então abuse dela sem medo de errar. 

              • Shorts:

              Os shorts está cada vez mais presente e aparente nos desfiles e street style. A tendência está nos modelos menores (os mini shorts), que ganharam fama nos anos 70, de tecido de alfaiataria e mais solto. 

              João Pimenta – SPFW 44

              Desde que João Pimenta começou na moda masculina, eu fui ficando cada vez mais fã do seu trabalho. Aliás, acho ele um dos maiores nomes da moda masculina no mundo. Pimenta não segue os padrões tradicionais da moda que estamos acostumados a vez por aí, e neste SPFW n° 44 não poderia ter sido diferente.

              Aliás João, se quiser pode me mandar todas as peças, eu ficaria muito feliz.

              Alfaiataria fetichista” assim foi o desfile do João Pimenta no SPFW 44.

              No começo do desfile vemos muita transparência, branco e rendas chantilly fizeram contraste com detalhes em metal em jaquetas encurtadas e shorts na altura do joelho.

              Depois começa os bordados de cruzes invertidas, pentagrama, labareda e estrela de Davi em jaquetas esportivas, além de correntes no pescoço (que lembram uma referência sadomasoquista) e fechando blazeres de alfaiataria.

              Fitas soltas decoraram os casacos de referência militar e peças
              oversize em linho tem sua vez no desfile.

              Tons de vermelho e preto (que tem referências às pombas gírias) em calças largas e tops justos. Calças de cintura baixa, máscaras de couro fetichista, shorts curtos e justos completaram a coleção de João Pimenta.

              Biker on street

              Jaqueta de couro: tem peça mais coringa do que essa para o dia-a-dia?

              Desde os Ramones a jaqueta de couro se tornou um escape para a alfaiataria cool. Atualizar o clássico estilo rebelde usando a sua jaqueta com uma camiseta estampada, jeans skinny e correntes prateadas (uma boa jaqueta de couro só melhora com o tempo.)

              Uma jaqueta biker não precisa ser usada somente com o guarda-roupas de inverno. Para dias mais amenos combine a sua jaqueta com tons que lembram a natureza. Mantendo a sua paleta de cores pura usando uma clássica calça chino creme com uma leve camiseta henley de mangas longas. Experimente um cardigã marinho como uma camada extra quentinha.

              O maximalismo garante um visual de alto impacto, abasteça o guarda-roupas com acessórios de peso para complementar a sua jaqueta. Mantendo o ar rústico e descontraído ao misturar acessórios como o chapéu de cowboy, óculos de sol aviador e lenços com estampa de bandana com o jeans básico fica super cool.